English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

.: Um Gole De Ideias :. -> Dois anos no ar!

.: Alexandre Lopes :.
.: Fabrício Pacheco :.
.: Gleidson Quintella :.
.: Jonatan Bandeira :.
.: Lucas Ragazzi :.
Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 9 de maio de 2010

CONTO DOS OGROS


Primeiramente, não pense que quem narra este conto é um ogro, pois este ser é verbalmente desprivilegiado. Seu potencial desemboca naquilo que se vê, naquilo que se sente, mas não naquilo que se expressa. Em outras palavras, posso afirmar que um ogro simplesmente vive baseado em instintos. Tudo que ele vê deseja tocar e tudo que sente o convida a revidar. Não é por acaso que ele é o alvo das campanhas publicitárias das pornografias, assim como proliferador da violência e do sexo. Gente, por falar em sexo...


Calma! Também não sou uma feminista tão radical assim. Até gosto dos ogros, porém em contextos bem restritos como, por exemplo, na cama. Ogros possuem seus instintos reprodutores bem preservados, tanto que se reproduzem com muita facilidade e proporcionam mais prazer do que outras espécies animais. E é nessa fraqueza, refiro-me ao sexo, que nós mulheres nos rendemos a esses virtuosos acasaladores.


Em termos de sexualidade, vale ressaltar que os machões, essa raça preconceituosa que se acha favorecida, vêm a cada dia trazendo revelações: dizem por aí que o ogro de hoje é a mulher de amanhã. Isso seria mais um paradoxo?


Entre seus defeitos, com certeza os ogros têm seus preceitos firmados na cafajestagem, mediocridade e desumanidade. São meros corpos que sustentam uma cabeça que, por sua vez, serve unicamente para guarnecer os seus cabelos – isso quando os têm. Cachorros! É repugnante a ação que todos desempenham. E não é raramente que a nossa classe se rende às suas armas de sedução (danças do acasalamento) resultando em: casamentos (frustrados) e filhos (abandonados).


Profissionalmente desempenham as atividades que têm mais habilidade, geralmente envolvendo números, graxa ou corrupção: refiro-me aos engenheiros, mecânicos, políticos e advogados. E nós, mulheres, com nosso espírito maternal, carregamos os fardos da saúde e educação. Estes resultam injustamente em: estresse e salários menos remunerados. Mas estamos dominando o mundo e invadindo todos os campos de atuação...


Em fim, mulheres unidas, devem continuar unidas! Não nos toaletes, mas nas sindicâncias e protestos para um mundo melhor. O poder tem que ser descentralizado, tirado das mãos dos sem cérebro. A mulher tem sede de vitória e validou a teoria da evolução de Darwin: quanto mais sofrimento mais garra atingimos!

***

- Moça, aconteceu alguma coisa? Por que choras?

- Quebrei minha unha! Ah, Sniff!

- Calma.

- Não estou nervosa! Estou bem... Só preciso de um tempo! Sai!

7 comentários:

  1. nem creio q li esse texto... interessante... um tanto quanto machista porém de caráter aceitável... parabéns xD

    ResponderExcluir
  2. Essa mulher é frustrada!
    Beira os 40, é inteligente, solteira e sem filhos. Provavelmente bonita e adora ogros.
    Mas sua frustração não vem de tudo isso. Vem do cansaço que o tipo de homem que lhe agrada lhe oferece.
    Todo homem tem um pouco de ogro. Agora, pelo jeito que essa mulher fala, imagina quantos ogros absolutos já não passaram na vida dela?!
    Tenho dó dessa pobre criatura...

    Compreendo o choro dela: aposto que ela está de tpm, estressada por mais um ogro que sai indignamente de sua vida e ainda quebra uma unha! É o fim!
    Deixem ela chorar em paz! Rsrsrs

    Jonatan, indique um psicólogo a essa amiga que você tem conversado. rs

    ResponderExcluir
  3. Moema, não sabe o quanto que eu esperei por seu comentário... Estava esperando qual seria a repecursão feminina. rs

    Vejo que vc adentrou a historia, digo mais, vc a recontou ou mesmo a ampliou.

    Muito bom! Parabéns pela DOSE!

    Bjo!

    ResponderExcluir
  4. Ah, mulheres se entendem... sabe como é, né!?rs
    E sabe também que esse tema aí rende muito numa conversa... Não dava pra misturar aqui todas as minhas opiniões machistas e feministas! rs
    Pessoalmente a gente discorre sobre seu eu-lírico feminino!!
    beijo!

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente achei o seu eu-lírico muito você mesmo... (um travesti, entende?)

    A temática é interessantíssima!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Fabrício, sua crítica muito me envaidece... A mulher de personalidade forte, segura de si, além disso, demarcadora altiva do poder feminino a partir da depressiação do lado OGRO masculino é evidente. Talvez, ela seja sim um travesti ou apenas "uma mulher mais macho que muito homem". rs

    Enfim, pena que toda essa força se rende as minimas fragilidades: a estetica.

    Abração!!!

    Gente, comentem. ...Adorando esse negócio de comentar, ainda que seja o próprio texto. Eu evitava de fazer isso por que penso que posso influenciar nas interpretações várias que podem existir nos GOLES... Adoro saber o que o texto representa para as pessoas: as vezes as pessoas pontuam coisas que eu mesmo nao percebi.

    GRANDE ABRAÇO AOS AMIGOS DE GOLE!

    ResponderExcluir
  7. Fantástico! Números, graxa e currupção... Você deve ter tirado isso de um filme de comédia romántica americano, rs! O final merece aplausos! Com tanta sede de justiça e poder, ela acaba deprimida por uma unha quebrada. Ogros, são ogros. Mulheres, são... Deixa pra lá! Ate mais...

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário (dose)!

Related Posts with Thumbnails