English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

.: Um Gole De Ideias :. -> Dois anos no ar!

.: Alexandre Lopes :.
.: Fabrício Pacheco :.
.: Gleidson Quintella :.
.: Jonatan Bandeira :.
.: Lucas Ragazzi :.
Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 16 de agosto de 2009

Poesia da dúvida?


Por que cantar, feliz, o amor?
Já que o amor traz consigo a dor
A dor do viver, querer e não ter
A dor do ter, perder e sofrer

Amar o que pode morrer
O que pode correr
O que pode não corresponder
Mas amar é o que faz viver?

Viver por amar outrem
Viver por não ter saída
Viver, então, por alguém?

Ame ela
Ame ele
Amar a quem, afinal?

7 comentários:

  1. Que lindo soneto!!
    O emprego muito bem colocado neste poema acho que é algo do qual lhe cai bem.
    Maravilhoso continue assim que sempre estarei aqui para elogiar, porque é difícil vc escrever qualquer coisa que seja ruim sempre ótimo, sempre bom demais.

    ResponderExcluir
  2. pronto! Está aí a poesia! E pra quem diz ter perdido a manha... sabia que estava sendo modesto. Adorei!

    Claro que o amor do ponto de vista amargo, que não é o que eu vejo agora, mas... isso já são outros quinhentos!

    E é muito bom saber dos versos de outro amigo de gole... só assim não me sinto sozinho ao versear!rs...

    mais uma vez APLAUSOS!

    Grande e saboroso gole!

    ResponderExcluir
  3. Mttoooo bomm
    eu que naumm gosto tando de poesia e sonetos..adorei o seu...deuate vontade de pesquisar algo do tipo da net...rs
    foi mtoo feliz seu texto
    vc manda bem sempre!

    ResponderExcluir
  4. Tenho que confessar: os poetas que se cuidem, meu amigo Lucas está na área! Que bonito, Lucas! Nem parece vir de alguem como voce (?). Adorei essa parte:

    "Amar o que pode morrer
    O que pode correr
    O que pode não corresponder
    Mas amar é o que faz viver?"

    Show! Ate mais...

    ResponderExcluir
  5. "Mas amar é o que faz viver?"
    Sim!! Pq se vc vive sem amor, vc não vive.. Vc está no modo automático de ser..

    hee hee

    Mto bom! =D

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus! Vejo tragédia aonde o amor percorre. Consigo perceber no Gole um amor escorregadio, como algo que pode estar próximo e sempre escapa. Ou, ainda, como algo que quando se aproxima, tras consigo um sofrer. Pq?

    Mas enfim, pq amar?!

    O amor nos deixa no piloto automatico e isso é pessimo... rs (neh, Patrícia?!): as palavras cafonas nos escapam, o olhar paternal que sempre nos indignava agora fazem parte do nosso ser para com um outro, porem adulto... enfim...

    Claro, que eu vejo o amor como uma coisa boa e colorida e viro um trouxa quando encantado por ele... rs nao nego.

    Mas a verdade é que eu adoro meter o male em quem é endeusado, portanto adorei o Gole em versos desacreditado no tal sentimento, ainda que ele seja apenas uma ficção.

    Abraço!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  7. Errata considerável: *faz parte do nosso ser. rs

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário (dose)!

Related Posts with Thumbnails