English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

.: Um Gole De Ideias :. -> Dois anos no ar!

.: Alexandre Lopes :.
.: Fabrício Pacheco :.
.: Gleidson Quintella :.
.: Jonatan Bandeira :.
.: Lucas Ragazzi :.
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

A CHEGADA DO VERDADEIRO MESSIAS, FREDERICK NIETZSCHE


Aqui será levantado um fato que foi deixado em oculto por alguns séculos. Ninguém imaginaria que o messias chegaria logo num país repleto de malignidade e cheio de divisórias sociais e morais, num país de grande potencial intelectual desperdiçado, pois, contempla com uma frieza proporcional quando a palavra tratada é o “sentimento”. Talvez, o messias surgiria na Alemanha justamente por este motivo: para aproveitar a sapiência de um povo nobre até na pobreza para que os libertassem da cegueira espiritual.


Foi um fazendeiro visionário, embasado nos saberes da racionalidade, mais precisamente da matemática, que profetizou a chegada do messias nas terras da antiga Alemanha. William Miller, através de seu cálculo, disse que Jesus Cristo retornaria na estação das flores entre os anos de 1843 e 44; mas quando reformulada a data, o grande Pastor Samuel Snow bateu o martelo para o ano de 1844. Alguns documentos afirmam que mais de 100.000 fiéis esperavam pelo retorno do divisor de águas do mundo. A maior parte deste número virou o ano frustrado. Um núcleo credor das premissas do fazendeiro profeta rompeu com a cultura religiosa vigente e, dessa forma, criaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Estes fiéis inventaram diversas desculpas para a falha de Miller e, claro, prorrogaram para bem tarde a chegada do Salvador.


Ninguém suspeitava, mas o messias havia nascido num pequeno vilarejo chamado Röcken, que abrigara pouco mais de 600 habitantes. Nascia, enfim, em 22 de outubro de 1944 Frederick Wilhelm Nietzsche, o homem que reescreveria os livros sagrados.


Seu primeiro livro, claro, foi gêneses: O Nascimento da Tragédia no Espírito da Música. O filho de Deus, humano, demasiano humano, dentre suas várias obras deixou toda a sua fúria contra os paradigmas cegos da Igreja. Nietzsche foi o fundador da “não-religião”!

Apesar de toda sabedoria demonstrada na Galileia, digo, Basileia, o grande filósofo-filólogo Nietzsche fora desacreditado e, desta forma, acabou sendo “crucificado” por todos aqueles por quem lutou pela libertação: recebeu o parecer de loucura. Foi quando Nietzsche chorou! O filósofo abriu os olhos de uma nação bitolada que nunca respeitava a interpretação dos pensamentos divergentes. Sempre desdenhado e humilhado, depois de póstumo ele foi, e é, considerado o grande filósofo contemporâneo do mundo; suas obras receberam a beatificação sublime do ateísmo, sobretudo o livro “O Anticristo”. Foi Nietzsche que tornou viável a participação de um papa alemão no Vaticano, afim de proliferar as suas grandes interpretações para a humanidade. E o Papa com nome de grafia impossível para os brasileiros sabe que nas câmaras secretas do Vaticano jaz o grande mestre da sabedoria, Frederick Wilhelm Nietszche.

2 comentários:

  1. O grande Nietzsche não gostaria de ver o nome dele envolvido em tanta metafísica, meu caro goleiro! rsrsrs (goleiro de gole e não de defensor do gol porque o talento do futebol é, enfim...)O messias! mas até que com tantos dados e com tanto talento do messias em questão, não é mesmo muito difícil acreditar que esse cara veio para arrebatar fiéis e promover o bem comum!

    Mas dessa vez despertando a dúvida no lugar da paz... desconstruindo a moral e consolidando a liberdade de expressão! Talvez ele ainda seja muito pra nossa sociedade... Nietzsche é o messias do porvir!

    ResponderExcluir
  2. É mais fácil acreditar em fabúlas do que na verdade.Jesus é uma piada pra muitos.Sempre quando vejo alguém querendo ridicularizar a mensagem da cruz eu imagino o rosto daquelas pessoas querendo entrar na arca desesperadas.Os mesmos que ridicularizaram Noé a vida inteira.Quem tiver ouvidos para ouvir que ouça.

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário (dose)!

Related Posts with Thumbnails